Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

A Tendência da Direita

Não, não é. Este não é um post sobre política, muito menos farei referência ao PNR (ups).

É que o meu instrutor não percebe porque tenho tendência para levar o carro para a direita, quando a maior parte dos alunos, quando começa a conduzir, encosta mais o carro à esquerda.
Alô! Não é óbvio? Então passo a explicar.

Enunciado de razões perfeitamente legítimas para fazer razias à direita e não à esquerda:
1. Bater com o lado do instrutor é bastante mais agradável do que bater com o lado do condutor (o meu!!). Por alguma coisa é o lado do morto...e com isto me calo.
2. Partir um espelho não é tão grave como raspar um carro todinho.
3. Partir um espelho de um carro abandonado no estacionamento e deixar uma papelinho com o número de telefone não é tão embaraçoso como raspar um carro todinho de uma pessoa presente dentro do carro e potencialmente enfurecida (não vá saltar de lá alguém a chorar de raiva e a chamar-me assassina - ouvem-se casos assim!)
4. Bater no passeio não dá sequer multa, mas pisar o traço contínuo é uma contra-ordenação muito grave.

Assim no imediato, não me lembro de mais nenhuma razão, mas estas parecem-me muito válidas e auto-suficientes. Lembram-se de mais alguma razão? Ou uma que contrarie a minha teoria bem-alicerçada?

Oiço já as vozes inquisitivas: porque é que fazes diferente dos outros? Além de ser uma escolha racional, pelas razões acima enunciadas, é verdade que eu sou meio do contra. Exemplo: todo o santo povinho é do Benfica, eu como não gosto de me enfiar em rebanhos junto-me à minoria elitista: o Sporting.
E depois isto só prova o que eu já sabia: é que sou, de facto, uma rapariga ÀS DIREITAS - agora também no sentido literal!


 

feeling: uma miúda às direitas
by Té às 23:59

link do post | favorito
De alentejana* a 5 de Novembro de 2008 às 17:20
Estou eu muito bem a fazer coisas, nomeadamente algumas, e surge-me isto à frente. Não podia deixar de associar ao post, só porque fala em direita e esquerda lol:

"Num estudo da Universidade de Sam Houston, um grupo de voluntários ouviu um conjunto de palavras emotivas e não emotivas ditas a cada ouvido. Eis as conclusões: os participantes recordavam-se de 64% das palavras emotivas escutadas com o ouvido esquerdo e apenas 58% das escutadas com o ouvido direito. Porquê? Porque o hemisfério direito do cérebro, o que melhor processa as emoções, é mais sensível a sinais provenientes do ouvido esquerdo. Por isso, se quiser sussurrar palavrinhas doces ao ouvido de alguém, ainda que ela seja de direita, ataque pela esquerda." in SRD

Conclusão: o instrutor devia dizer (emotivamente) do teu lado esquerdo (não precisa ser mesmo ao ouvido, poucas confianças!) para virares à direita. Para isso só se ele fosse de mota no lado esquerdo do carro ou tu conduzisses um carro inglês :)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O mundo podia ter acabado

. O Sexo, a Cidade e o João

. A Estória da Traça

. Alô?

. Não admira que o ano corr...

. Balanço do mês

. Wishlist - a própria!

. Perigo! Crianças que acre...

. Até parece que não tenho ...

. Estimados Leitores

. Marketing 101 para Mendig...

. Começo a achar que a Lady...

. What Else?

. Primeiro dia

. 6a Feira 13 MUDASTI

.arquivos

. Outubro 2011

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.blogroll